Empresas pertencentes a mulheres ganham escala global em tempos de turbulência

Programa Mulheres Exportadoras da UPS é expandido com o cliente em primeiro lugar
CatalystDesktop.jpg CatalystTablet.jpg CatalystMobile.jpg

A UPS tem o compromisso de fazer o nosso mundo progredir ajudando pequenas e médias empresas a fazerem negócios. Com foco em PMEs pertencentes a mulheres, a UPS e a Fundação UPS lançaram o Programa Mulheres Exportadoras em 2018.

Por meio de parcerias com agências governamentais, ONGs e outras partes interessadas, a UPS usa influência e ensino para ajudar mulheres em todo o mundo a superarem as barreiras ao livre comércio.

“Começamos com duas parcerias principais quando lançamos o programa. Uma delas foi com o International Trade Center, com sede em Genebra, e a iniciativa She Trades. A outra parceria foi com a USAID, por meio da Iniciativa Desenvolvimento Global e Prosperidade das Mulheres”, disse Maria Luisa Boyce, vice-presidente de comércio internacional e América Latina para assuntos públicos globais da UPS. “Hoje, contamos com mais de sete parcerias.”

Porém, quando a pandemia começou, os planos do Programa Mulheres Exportadoras para promover workshops e treinamento presencial tiveram de ser suspensos, e o programa foi levado para a arena virtual.

Os administradores do programa também perceberam que as mulheres empreendedoras foram afetadas de maneira desproporcional pela pandemia, pois se tornaram tanto cuidadoras quanto chefes de família.

“Tivemos de parar e reavaliar”, destacou Maria Luisa. “Quais são as necessidades das mulheres empreendedoras? Que apoio poderíamos fornecer para ajudá-las a lidar com a crise e conseguir sobreviver?”

A reavaliação levou a um foco renovado em três áreas:

  • Treinamento específico para comércio eletrônico e digital
  • Acesso a financiamento
  • Treinamento e ferramentas de resiliência

“Também dissemos que não podíamos limitar o programa apenas às mulheres. Tínhamos de expandi-lo para todas as pequenas e médias empresas, porque todas elas estavam sofrendo”, prosseguiu Maria Luisa. “Por isso, lançamos webinários e treinamentos globais para pequenas empresas em todas as partes do mundo.”

Até o momento, o Programa Mulheres Exportadoras já capacitou mais de 6.000 mulheres e pequenas empresas ao redor do mundo.

Recentemente, Laura Lane, diretora de assuntos corporativos, comunicações e sustentabilidade da UPS, e Nikki Clifton, presidente da Fundação UPS, falaram sobre o programa e sua missão de empoderar mulheres em todo o mundo em um evento do Dia Internacional da Mulher patrocinado pela Catalyst.  

Histórias relacionadas

Powered by Translations.com GlobalLink OneLink Software