Ênfase renovada

O gás natural renovável (GNR) transforma resíduos em combustível.
Ênfase renovada Ênfase renovada Ênfase renovada

Com uma abordagem experimental de “laboratório rotativo”, a UPS emprega mais de 11 mil veículos de baixa emissão com base em tecnologias mais adequadas às necessidades de cada rota de entrega.

Desde bicicletas elétricas e com pedal em áreas com alta densidade urbana, como Londres, até veículos elétricos e híbridos nos EUA, a UPS coloca a inovação em sustentabilidade em ação no mundo todo.

Há também um grande incentivo em relação a outra tecnologia de combustão limpa e renovável: o gás natural renovável (GNR). A UPS assumiu recentemente o compromisso de comprar o equivalente a 250 milhões de galões de GNR nos próximos sete anos, tornando a empresa a maior consumidora do combustível no setor de transportes.

“O uso do GNR é uma parte muito importante da estratégia da UPS para aumentar o consumo de combustível alternativo para 40% do total de compras de combustível em solo até 2025”, disse Mike Whitlatch, vice-presidente de energia global e aquisição da UPS. “Estamos usando gás natural líquido (GNL) e o gás natural comprimido (GNC) como combustíveis de transição para aumentar nosso uso de GNR. O impacto disso será mensurável, já que o GNR reduz em até 90% as emissões de gases do efeito estufa durante o ciclo de vida em comparação ao diesel convencional.”

Além disso, a UPS anunciou recentemente planos para a compra de mais de 6 mil caminhões movidos a gás natural. Esse compromisso representa um investimento de US$ 450 milhões na expansão da frota de veículos de tecnologia avançada e de combustíveis alternativos da empresa.

A compra desses veículos movidos a GNC é muito vantajosa porque eles podem usar o GNV e o gás natural convencional de forma intercambiável. Desenvolver a capacidade da frota movida a GNC é vital para aumentar o uso de GNR pela empresa.

“A produção de lixo é um problema mundial. E as emissões de carbono também. O gás natural renovável, produzido naturalmente a partir de fontes biológicas, como aterros sanitários e fazendas de laticínios, transforma lixo em combustível.”, disse Mike Casteel, diretor de aquisição de cargas da UPS. “É uma solução vencedora que ajudará a UPS a alcançar nossas ambiciosas metas de sustentabilidade.”

Essas metas incluem dois objetivos claramente estabelecidos para acelerar o uso de energia renovável, como o GNR:

  • Obter 25% das necessidades totais de energia elétrica de fontes renováveis até 2025.
  • Obter 40% do combustível terrestre de fontes de baixo carbono ou alternativas até 2025.

Ao longo da última década, a UPS investiu mais de US$ 1 bilhão em combustíveis alternativos, veículos de tecnologia avançada e estações de abastecimento para ajudar a atingir sua meta de reduzir as emissões absolutas de gases do efeito estufa (GEE) em 12% em suas operações terrestres globais até 2025 (base de referência: 2015).

A eficiência e a sustentabilidade permanecem no cerne das operações da UPS. Como uma empresa de transporte global, temos responsabilidade com ambas. O GNR continuará desempenhando um papel cada vez maior para tornar isso possível.

“A produção de lixo é um problema mundial. E as emissões de carbono também. O gás natural renovável, produzido naturalmente a partir de fontes biológicas, como aterros sanitários e fazendas de laticínios, transforma lixo em combustível.”, disse Mike Casteel, diretor de aquisição de cargas da UPS.

Histórias relacionadas

Powered by Translations.com GlobalLink OneLink Software