Mês da História Negra na UPS

Elevação de vozes negras e realização de ações
Desktop.jpg Tablet.jpg Mobile.jpg

A história é a seguinte: a UPS está transformando palavras em ações para apoiar e capacitar comunidades negras com novas parcerias estratégicas, mais financiamento para organizações de base e o aumento do voluntariado em comunidades carentes.

Por que isso importa: “Tenho orgulho de trabalhar para uma empresa que está investindo intencionalmente em comunidades carentes e propositalmente criando caminhos para que estudantes negros e empresas de pessoas negras prosperem”, disse Doug Daley, consultor do capítulo corporativo do Grupo de Recursos Empresariais Afro-Americano (AABRG), da UPS. “Esses passos intencionais estão focados em aumentar a equidade. Eles irão estimular o sucesso econômico de comunidades negras”.

Ação concreta:

  • No ano passado, a Fundação UPS forneceu mais de US$ 3 milhões em subsídios e doações para organizações como a National Urban League, a NAACPo United Negro College Fund e o National Museum of African American History and Culture.
  • Uma nova parceria entre a UPS e o Russell Innovation Center for Entrepreneurs (RICE) estimulará o sucesso de empreendedores negros e das comunidades às quais eles atendem.
  • O programa UPS Ignite, assim como nossa parceria com o RICE, elevará empreendedores com pouca representação com um investimento de US$ 1,25 milhão da UPS e da Fundação UPS, alcançando mais de 250 pequenas e médias empresas nos próximos três anos.
  • A UPS prometeu pelo menos 1 milhão de horas voluntárias para as comunidades negras
  • O Black Voices from Big Brown destaca as histórias de líderes e pioneiros da UPS. Podcasts com cada colaborador oferecem informações adicionais.
  • A campanha Proudly Unstoppable destaca pequenas empresas de pessoas negras.

Como os UPSers podem se envolver: O AABRG está patrocinando eventos online para UPSers durante todo o mês.

  • Feb. 1, 11:30 a.m. ET: Início do Mês da História Negra com o diretor de marketing Kevin Warren e a convidada especial, a CEO Carol B. Tomé
  • Feb. 8, 3 p.m. ET: Apresentação do Comitê NextUp com Nikki Clifton, presidente de impacto social e da Fundação UPS
  • Feb. 9, 3 p.m. ET: Discurso principal com John Hope Bryant, empreendedor e fundador da Operation HOPE
  • Feb. 22, 4 p.m. ET: Mesa redonda com o cliente da UPS e com a participante do Ignite, Mielle Organics, e com Monique e Melvin Rodriguez. 

Eventos locais: Procure oportunidades de voluntariado ao longo do mês. Qualquer atividade em que a população atendida seja mais de 50% negra conta para alcançar a meta de 1 milhão de horas. Consulte o seu capítulo do AABRG local para obter ideias. 

Uma visão mais ampla: O Mês da História Negra começou nos EUA como uma maneira de celebrar pessoas e eventos na história da diáspora africana e é cada vez mais comemorado em todo o mundo.

“Para mim, o Mês da História Negra é uma celebração viva da humanidade”, disse Charlene Thomas, diretora de diversidade, equidade e inclusão da UPS. “É hora de reconhecer as conquistas dos indivíduos negros globalmente e de imaginar um futuro coletivo, no qual a equidade racial está incorporada às nossas sociedades”.

Confira as aspirações ousadas de Charlene para 2022 aqui e fique ligado para saber mais.

 

Histórias relacionadas

Powered by Translations.com GlobalLink OneLink Software